CRAS ESPIGÃO NO CUIDADO COM OS IDOSOS NA QUARENTENA

O CRAS, diante dessa situação de mudança abrupta, que é necessário se adaptar a uma nova rotina, tenta buscar medidas para aliviar a angustia e ansiedade causadas pelo confinamento, tornando o período menos sofrido e diminuindo o risco de agravamento de casos de depressão, além de orientar quanto ao uso de máscara, das saidinhas para a rua, para o supermercado, para o banco, além de ajudar a montar uma nova rotina, dosar o consumo de informações, especialmente os fakes news. Os idosos são as pessoas mais vulneráveis a sofrer as complicações da COVID-19, temos de tomar cuidado para não infantilizar o idoso, porque isso pode afetar a sua autoestima, sempre deixar que eles expressem seus desejos e opiniões, mantenham a autonomia e oferecer ajuda quando for necessário. O mais importante é passar uma sensação de acolhimento para que não se sintam sozinhos, e mais gratificante ouvir deles que tem saudade dos bailinhos, dos encontros, da piscina e de ir à igreja. Se a gente se unir, se a gente se cuidar, isso logo vai passar.