top of page

Prefeitura cria Comitê de Crise Hídrica para elaborar estratégias a fim fornecer água à população



Na tarde desta sexta-feira, 27 de outubro, ocorreu na Prefeitura Municipal de Espigão do Oeste, uma reunião com diversos representantes do município, incluindo o Prefeito Municipal, Weliton Campos, a Secretária Municipal de Meio Ambiente Natalia Martins, o Chefe de Gabinete Emerson Kruk, a Secretária de Assistência Social Delzira Campos, a Secretária de Planejamento e Orçamento Lirvani Storch, a Procuradora Geral do Município Suéli Balbinot, a Assessora de Gestão e Governança Adrielli Mota, a Coordenadora de Atenção Básica em Saúde Eliane Gonçalves, a Presidente da Câmara Municipal Delker Nobre, a Presidente da Subseção da OAB de Espigão do Oeste Elisabete Balbinot, e o Presidente da Caerd Rondônia Cleverson Brancalhão.


O objetivo desta reunião foi a formação de um Comitê de Gestão de Crise Hídrica, encarregado de definir estratégias e ações para manter as operações essenciais de fornecimento de água durante o período de emergência. Entre os temas envolvidos, discutiu-se a distribuição de água por meio de caminhões-pipa e a distribuição de água mineral potável para consumo humano durante a fase crítica.


O Prefeito Municipal solicitou o comprometimento do comitê na gestão dos recursos financeiros, na identificação de estratégias locais para a distribuição de água e no apoio de estudos sobre o uso de poços artesianos existentes, bem como na possibilidade de perfuração de novos poços. Além disso, foi salientada a importância da manutenção da comunicação com os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas, o Ministério Público e a sociedade.


Esse comitê será convocado sempre que necessário para deliberações e estabelecerá a criação de um grupo por meio de aplicativo para troca de informações. A sua instituição será formalizada por meio de uma Portaria, que definirá os poderes e as estratégias de execução das ações emergenciais, com a possibilidade de convocar servidores e representantes da sociedade civil organizada. A ação demonstra um compromisso sólido com a gestão responsável da crise hídrica e a busca por soluções eficazes para a comunidade de Espigão do Oeste.

bottom of page