Prefeitura de Espigão do Oeste através da SEMAGRIC auxilia nos serviços de silagem

Na manhã desta quarta-feira 27/05, o prefeito Nilton Caetano acompanhado do secretário de agricultura Espeto, estiveram visitando a propriedade do Sr. Edélcio na Linha 22, onde a equipe SEMAGRIC, estavam auxiliando na confecção de mais de 100 toneladas de silagem de milho.




Entenda o processo de silagem


Após sua colheita e picagem, a planta do milho não deverá ficar exposta ao ar por muito tempo, pois servirá de substrato para bactérias e poderá sofrer fermentações indesejáveis, comprometendo o valor nutritivo do material ensilado. A retirada do oxigênio de dentro do silo é de fundamental importância para que ocorra a fermentação ácido-lática. Ela é feita com a ajuda de tratores, que compacta o material no momento em que ele é colocado dentro do silo.

Depois do processo de ensilagem, é necessário que o silo seja vedado para impedir a entrada de oxigênio. A colocação de lonas plásticas é o método mais prático e econômico utilizado pelos pecuaristas. Nas bordas dos silos são feitas pequenas valetas para impedir a entrada de água. Além disso, também se coloca terra sobre a lona para protegê-la do sol e evitar a formação de bolsas de ar entre ela e a silagem. Quando necessário, o silo deve ser cercado com arame para evitar a entrada de animais.

Na prática, uma boa silagem de milho é caracterizada por possuir uma textura firme, coloração clara com tons variando entre o amarelo e o verde claro, um leve cheiro de vinagre e ausência de mofos. Uma silagem bem-feita é sempre garantia de consumo satisfatório.

Fonte: Assessoria