Semas recebe doação de cestas básicas da subseção da OAB de Espigão do Oeste para distribuição a fam

O isolamento social, adotado como principal medida para conter o avanço do coronavírus acabou afetando muitas famílias, que já enfrentam dificuldades para obter renda, deixando as ainda amis desprovidas. São pessoas com trabalho informal, como diaristas, vendedores ambulantes, que acabam sentindo ainda mais os impactos da pandemia.


Segundo o presidente da Subseção de Espigão do Oeste, Valter Henrique Gundlach, o objetivo não é fazer uma promoção da ordem, mas deixar de lado o comodismo e fazer uma ação que possa de algum modo ajudar os menos favorecidos. Diante da situação existem pessoas que precisam de ajuda, e o momento é de sermos solidários uns aos outros.

Segundo a Secretária de Assistência Social, Marlene Tesch, mais de 2000 cadastros foram realizados para receberem cestas básicas, após o inicio do isolamento social. Mediante tantos cadastros, a Semas pede que todos que possam ajudar, seja com apenas um item, procurar a assistência social para fazer a doação.

Fonte: Decom